Compartilhe

Benefícios do Marketing Digital para pequenas e médias empresas

Empresas de pequeno e médio porte compõem a maioria do comércio e varejo do mercado brasileiro. É o que diz o levantamento realizado pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

O estudo mostrou que das mais de 1.600 empresas de comércio no país, 96% são de pequeno e médio porte. A pesquisa tem como base os dados da Pesquisa Anual do Comércio (PAC), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgado em 2016.

Os números servem como base para comprovar o que na prática pode ser visto no dia a dia: a competitividade do mercado.

Diretores, executivos e empreendedores observam o cenário buscando alternativas inovadoras que destaquem seus negócios.

O Marketing Digital desponta como uma solução inteligente e perspicaz. O conjunto de abordagens que compõe a estratégia é benéfico para as empresas à medida que cresce a representatividade do ambiente digital nos negócios.

Sabendo disso, a Olivas Digital se debruçou sobre o assunto para elaborar este artigo. Aqui você verá:

1. Como o Marketing Digital se destaca no mercado?

2. A efetividade da estratégia de Inbound Marketing nos negócios

3. Como incorporar o Email Marketing na estratégia digital

4. Benefícios do Marketing Digital para pequenos e médios negócios

5. Vamos começar?

Mas antes de começar, se inscreva em nossa newsletter para receber mais materiais como este, com dicas e novidades sobre o mundo digital.

Como o Marketing Digital se destaca no mercado?

É comum na vida de empreendedores definir parâmetros e estratégias de atuação para posicionar sua marca no mercado. Aqueles cuja empresa é de pequeno e médio porte muitas vezes se veem à mercê de receitas mais enxutas para inovação.

Isso faz com que estes profissionais busquem soluções menos ortodoxas que nem sempre garantem o efeito desejado.

Um erro, de fato, mas muito comum tendo em vista a pressão que sofrem internamente e do próprio mercado.

Paralelamente a isso, cresce o acesso e a penetração do elemento de maior destaque do século 21, até agora: a internet.

A internet mudou a forma como as empresas podem se conectar com seus clientes. Se antes elas eram obrigadas a gastar grandes verbas para fazer propaganda nos meios tradicionais, como TV, rádio, jornais, revistas, outdoors e panfletos, hoje o contato é mais direto, personalizado e ágil, na palma da mão via smartphone.

Contudo, apesar da abrangência do acesso à internet possibilitar novas abordagens de interação com o cliente, através das demais opções de mídia, produtos e canais de informação, é também cada vez mais prático ignorar propagandas invasivas ou irrelevantes.

A conclusão a que se chega é a mudança drástica de perfil dos consumidores. O comportamento passivo de outrora ficou para trás.

Hoje, quando querem comprar algo, os consumidores têm confiado na internet como forma de ajuda na tomada de decisão. As pessoas buscam informações sobre o produto ou empresa, comparando preços, consultando opiniões de outros usuários e aceitando recomendações de amigos nas redes sociais.

Isso tem feito com que qualquer propaganda só seja realmente efetiva quando gera valor real para o seu público, sendo relevante, precisa e baseada na permissão.

É aí que entra o Marketing Digital.

Por meio de técnicas e estratégias, como o Inbound Marketing, o Marketing Digital busca aprimorar a presença das empresas no ambiente online para otimizar os resultados de maneira escalável.

A prática aproxima o público-alvo da empresa fazendo um “caminho inverso” ao da propaganda tradicional. Ao invés de ir até o seu consumidor, a abordagem cria motivos para que ele venha até a empresa.

Essa relação eficiente resulta em bons índices de vendas, uma vez que se o cliente chega a sua empresa é porque, em algum momento, ele se sentiu atraído pelo seu produto.

Se você ainda não está familiarizado com as técnicas de Inbound Marketing, baixe nosso e-book de Introdução ao Inbound Marketing e saiba tudo sobre o assunto.

Abaixo, listamos características que uma estratégia desenvolvida no ambiente digital apresenta que o faz se destacar e ajuda a destacar as empresas:

Interatividade

Um dos maiores destaques do Marketing Digital é a capacidade de interação com as personas. Isso ajuda a explicar por que ele tem sido cada vez mais adotado em relação aos canais tradicionais.

O foco desse tipo de abordagem não está necessariamente no produto, mas em toda a jornada de compra e a experiência do cliente.

A partir de campanhas e ações das empresas, os consumidores podem interagir e opinar sobre o produto, proporcionando um importante feedback para as marcas.

Além disso, a interatividade permite aumento dos resultados das campanhas, uma vez que os clientes, com alguns cliques, podem indicar o produto a amigos, aumentando o engajamento.

Portanto, é fundamental melhorar a estratégia de comunicação da empresa e a maneira de falar com a sua audiência.

Segmentação

Outro ponto positivo do Marketing Digital é conseguir falar com o público certo, sem rodeios e sem perder tempo com quem não tem interesse pelo seu produto.

Além de otimizar o tempo da campanha, isso ajuda a diminuir os gastos, já que as empresas deixam de fazer altos investimentos para atingir todos os públicos, impactando diretamente na diminuição do CAC.

A segmentação, inclusive, está ligada diretamente com o aumento da receita conquistada pelas ações, à medida que ela permite que a marca conheça a fundo seu público e crie estratégias mais efetivas, gastando menos e impactando mais.

Novas abordagens

Assim como tudo que envolve a inovação da tecnologia, o Marketing Digital permite que as marcas construam novas estratégias e abordagens para atingir o público.

Recursos e elementos podem ser adicionados às campanhas, como o Vídeo Marketing, que aumenta os índices de conversão, além de melhorar o tráfego orgânico, e o Marketing de Influência, que, por meio de parcerias com influenciadores digitais, ajuda a atingir o público-alvo e gera mais confiança na marca.

São novas possibilidades que se apresentam para as empresas construírem uma imagem mais autêntica e perspicaz no mercado.

Acompanhamento de métricas

Complementando o ponto anterior, uma grande vantagem do Marketing Digital é ser capaz de analisar os resultados e montar um retrato fiel do desempenho das estratégias implementadas.

Medir a efetividade das campanhas traz incontáveis benefícios para as empresas e ajuda a melhorar continuamente a atuação da marca. Por isso, acompanhar as métricas mais importantes, como o ROI é fundamental.

Com o desenvolvimento de ferramentas e plataformas de análise, como o Google Analytics, está cada vez mais fácil ter controle sobre o retorno das campanhas.

Caso você ainda não saiba como fazer a mensuração dos resultados, baixe agora gratuitamente o e-book de Introdução ao WebAnalytics e não perca mais tempo.

A efetividade da estratégia de Inbound Marketing

O Inbound Marketing é uma das estratégias do Marketing Digital que já se popularizou por sua eficiência.

Conhecido também como Marketing de Atração, no Inbound Marketing, as empresas procuram entender as dores e necessidades das personas para criar uma relação mais próxima e oferecer a solução. Ou seja: o serviço ou produto vendido pela empresa.

Ancorado em 3 pilares, a metodologia utiliza ferramentas de SEO (Search Engine Optimization), Marketing de Conteúdo e Estratégias em Redes Sociais para levar a um público específico os resultados mais relevantes que atendam seus desejos.

O fluxo natural que o Inbound Marketing estrutura para a sua empresa em relação aos clientes é:

1. Atrair

2. Converter

3. Relacionar

4. Vender

Existe ainda o quinto passo que é de extrema importância e já foi até mesmo citado anteriormente neste artigo: analisar.

A grande vantagem dessa estratégia é estar em contato constante com seu público-alvo por toda a jornada de compra. Desde o aprendizado e descoberta, passando pelo reconhecimento do problema, consideração da solução, até chegar na decisão da compra.

A produção de conteúdo relevante ajuda a criar um vínculo duradouro entre os clientes e as marcas. O resultado disso é uma audiência mais cativa e interessada. Qualificada, de fato.

Quando bem executado, o Inbound Marketing traz benefícios importantes, como:

Poder de persuasão

Convencer o cliente a comprar um produto é o grande desafio das empresas. Imagine então que seu negócio está no meio de um mercado saturado em que o produto é oferecido por muitas outras marcas, com faixas de preços distintas e promessas ousadas.

Você precisa se destacar!

Um dos maiores erros cometidos pelos vendedores é tentar empurrar um produto que o cliente não precisa, ou não quer. Além de causar constrangimento e irritação, tempo e dinheiro são perdidos no caminho.

Afinal de contas, é mais difícil vender para quem não tem interesse ou ainda está em dúvida.

O Inbound Marketing vai na contramão e ajuda as empresas a fugirem desse problema.

Como? É simples.

Durante toda jornada, a persona recebe conteúdo produzido exatamente para o problema que ela está identificando. Mas não apenas isso, mesmo que ela não perceba, a empresa a está acompanhando através do funil de vendas.

Isso significa que a empresa conhece os interesses de seu potencial cliente, sabe sua necessidade e pode preparar um contato personalizado para resolver de uma vez por todas aquele incômodo. É a chamada nutrição e qualificação do lead.

Sendo assim, é correto afirmar que o Inbound Marketing age para ampliar as vendas e os números de clientes obtidos pela marca, seja através das Redes Sociais, campanhas de email, ou por meio de conteúdo em blog.

Ciclo de venda menor

O ciclo de vendas é o tempo que a empresa gasta para fechar um negócio com seu cliente, que é contado desde o contato inicial até o fechamento da venda. Para chegar a este índice é preciso considerar todas as etapas da jornada de compra.

Essa métrica ajuda a entender o CAC, uma vez que quanto maior o ciclo de venda, mais caro é a aquisição do cliente para a empresa.

O Inbound Marketing trabalha para fazer com que o ciclo seja o mais curto possível. Por conta do conteúdo relevante e personalizado, a movimentação dos leads pelo funil de vendas é mais rápida, reduzindo o tempo necessário para levar um cliente à compra.

Maior Ticket Médio

Enquanto o clico de venda diminui, cresce o valor do Ticket Médio de empresas que utilizam Inbound Marketing em sua estratégia.

Resultado da educação e qualificação do lead, o aumento do Ticket Médio está ligado ao fato de que clientes decididos geram mais negócios do que clientes que ainda circulam pelas fases do funil.

Vale lembrar também que uma abordagem completa nutre os potenciais clientes para saber ao certo em qual ponto da jornada de compra ele está. Diminuindo assim a incidência da perda de vendas.

Diminuição de custos

Além de ajudar a diminuir o CAC, a abordagem permite às marcas otimizarem seus investimentos para qualificar os leads e tratar diretamente com pessoas que demonstram interesse pelos seus produtos.

Apenas isso já é suficiente para uma redução de custos, mas os benefícios não param por aí.

O Inbound Marketing é consideravelmente mais barato do que estratégias mais tradicionais de Marketing, como anúncios publicitários.

Contudo, a diminuição de gastos não é proporcional a qualidade. Sendo assim, sua empresa não sofre com perda de desempenho e resultados, e sim, projeta um investimento mais sustentável e eficiente.

Afinal de contas, sem desperdiçar dinheiro, sua marca terá mais recurso para investir em estratégias que deem certo.

Como incorporar o Email Marketing

Um dos maiores condutores das estratégias de Marketing Digital é o Email Marketing.

E não é por menos. Levantamento realizado em 2017 apontou que, diariamente, mais de 269 bilhões de emails são disparados, entre mensagens comerciais e contatos sociais.

A projeção é de que até 2021 o número alcance a impressionante marca de quase 320 bilhões de emails por dia!

Mas nem todo este volume é aproveitado como deveria. Acredita-se que quase metade dos emails enviados todos os dias são considerados spam, se não pelo provedor, pelo próprio usuário.

Ainda assim, os dados apontam que um trabalhador de escritório médio recebe até 121 emails diariamente, e envia outros 40.

Todos esses dados ajudam a entender quão efetivo o Email Marketing é dentro das estratégias de Marketing Digital.

Por isso, é fundamental entender como utilizar o recurso em meio às campanhas para otimizar os resultados e atingir as metas estabelecidas no planejamento da empresa.

Confira abaixo como melhorar o Email Marketing da sua empresa:

Segmente a base de leads

Em Marketing Digital sabemos que a personalização do atendimento e do contato com os clientes é essencial.

Por meio de ferramentas, CRM’s e plataformas, a segmentação dos leads conquistados pelas empresas é simples e rápida, de forma automatizada.

Os recursos utilizados pelos programas identificam informações para traçar o perfil do usuário. Estas informações ajudam a entender os hábitos de consumo e a identificar o estágio do funil de vendas em que o lead está.

A segmentação é fundamental para que a marca concretize uma venda. Enviar mensagens irrelevantes para os potenciais clientes faz com que o contato se esfrie e fique cada vez mais longe de se tornar um SQL de fato.

Além disso, as pessoas gostam de se sentir especiais. No Marketing, isso quer dizer que os clientes querem sentir que aquela campanha é feita para ele, sob medida.

Dados da empresa americana, Monetate, mostraram que 79% das empresas que fazem campanhas de Email Marketing personalizadas atingem ou superam os objetivos de receita.

E para que a personalização seja feita, é preciso segmentar a base de leads.

Utilize Call to actions (CTA)

Com todo o volume de emails recebido todos os dias, o desafio é: como se destacar?

A criatividade é a chave para o problema.

Sua empresa quer ser vista com seriedade, quer que o cliente saiba que você tem a solução que ela precisa, então mostre isso a ela.

O primeiro passo é mandar uma mensagem simples e direta, que seja ao mesmo tempo relevante e leve o leitor a realizar a ação que a empresa espera.

Para isso, adicionar um call to action é fundamental!

Mas mais do que isso. Deixe a originalidade tomar conta na hora de escrever seus emails. Substitua comandos simples por mensagens personalizadas cujo botão represente o benefício que clicar na mensagem trará.

Se a sua empresa oferece um serviço de gerenciamento de vendas, aposte em um call to action que sugira o ganho que o produto trará.

Troque o simples: “conheça agora”, ou “baixe já”, por algo mais atraente e chamativo, como: “aumente a receita da sua empresa”, ou “fature mais agora”.

Defina o remetente

Embora simples, essa prática é ignorada por muitas empresas e o resultado disso é o desinteresse pelo email.

É normal receber mensagens com o remetente de “[email protected]” ou até mesmo o “[email protected]”.

A prática não é considerada um erro, mas há maneiras de melhorar os índices de conversão simplesmente adicionando um contato real no campo de remetente.

Afinal, campanhas de Email Marketing são personalizadas e, por isso, podem ser mais intimistas. Ao contrário do que a personalização busca alcançar, enviar um email com “contato” como remetente causa o afastamento do lead.

Sendo assim, que tal experimentar incluir o nome e o email de alguém do departamento comercial da empresa no remetente? Essa é uma ótima saída para que o destinatário deste email crie um vínculo com a sua marca.

Outro ponto positivo é que, ao excluir o “no-reply” da sua estratégia, pode-se criar uma relação direta e eficiente com o lead. Caso ele tenha alguma dúvida sobre a sua mensagem, ele entra em contato com o remetente e aumenta a chance de concretizar uma venda.

Uma outra boa maneira de melhorar sua estratégia de Email Marketing é parando de cometer erros básicos.

Eles impactam negativamente no sucesso da campanha e prejudicam a reputação do domínio de seus emails, te levando para a caixa de spam.

Os maiores equívocos cometidos pelas marcas em sua estratégia são:

1. Errar a frequência de disparo

2. Comprar uma lista de contatos

3. Enviar conteúdo irrelevante e mal trabalhado

4. Título em caixa alta

5. Email sem linhas de assunto

6. HTML mal formatado

7. Esconder o descadastro

Aplicar as boas práticas e evitar os erros citados é um bom começo para desenvolver uma estratégia de Email Marketing estruturada.

Benefícios do Marketing Digital para pequenas e médios negócios

As técnicas de Marketing Digital ajudam as empresas a atraírem seus clientes e a entenderem o perfil de consumo para criar abordagens mais eficientes.

Ela utiliza todos os recursos explicados anteriormente com um belo toque de Machine Learning para colocar tudo em prática.

Agora que já entendemos a mecânica e os pontos que destacam a estratégia, falaremos sobre os benefícios do Marketing Digital para pequenos e médios negócios.

Confira!

Facilita as vendas e gera receita

Uma das grandes vantagens das estratégias digitais é qualificar os leads e passar o contato mais pronto de uma aquisição para o setor de vendas da empresa.

Além disso, o Inbound Marketing permite integrar as equipes de vendas e marketing das empresas, dando vida ao Smarketing. Uma junção de sales (vendas) com marketing.

Isso facilita a vida dos profissionais e garante mais resultados e negócios para as marcas.

Afinal de contas, unir as informações coletadas por especialistas comerciais em um conteúdo atraente, que utiliza ótimas noções de copywriting e storytelling ajuda a:

1. Educar o lead

2. Responder dúvidas

3. Resolver problemas

E isso resulta em:

1. Gerar mais SQL

2. Aumentar as taxas de conversão

3. Nutrir os leads da base para mantê-los compradores

Aumenta a visibilidade da marca

Se tornar conhecido no mercado é fundamental para conquistar clientes e resultados e o Marketing Digital age exatamente para isso.

Diferente do que acontecia anos atrás, quando as mídias tradicionais conduziam o mercado, o mundo digital deu novas possibilidades para as pequenas e médias empresas.

Com menos investimento disponível, era difícil competir com as grandes marcas.

Não queremos enganar ninguém, ainda é difícil competir com empresas que possuem poder de investimento muito superior, mas agora é possível conquistar uma faixa do mercado que grandes conglomerados não conseguem acessar.

Ao produzir conteúdo respeitando os maiores critérios de ranqueamento e indexação, sua empresa se posiciona nos mecanismos de busca online que são as maiores fontes de acesso do mundo moderno.

Quando sua marca produz conteúdo alinhado com a jornada de compra dos clientes, aumenta a chance dela ser encontrada rapidamente nos mecanismos de busca.

Além disso, a internet e as novas mídias permitem mais interação com o material disponível, com compartilhamentos e comentários, que ajudam a aumentar a visibilidade da empresa.

Lembra do ditado “quem não é visto, não é lembrado”? Então, se tratando de internet, estar bem posicionado é uma tarefa que depende de você!

Gera confiança do mercado

Quem nunca se perguntou se determinada empresa era de confiança antes de fechar um negócio?

No ambiente online, a desconfiança é um fator que está presente em todas as rotinas dos usuários. Desde aceitar convites de extensões dos navegadores até finalizar uma compra em uma loja virtual. As pessoas são desconfiadas!

O Marketing Digital trabalha exatamente para acabar com esse problema e dar credibilidade para as empresas atuarem.

Acontece que, quando você oferece a um potencial cliente informações relevantes e confiáveis, um vínculo de segurança começa a se construir e isso resulta no aumento da reputação da sua empresa.

Sendo assim, no momento em que estiverem prontos para avançar pelas etapas do funil de vendas, sua empresa será a primeira a ser considerada.

Aumenta o tráfego das páginas

O fluxo de acesso ao seu site é uma métrica importante para ficar de olho, sobretudo o tráfego orgânico, o que não vem através de mídia paga.

Aumentar o número de visitante único significa mostrar o seu produto para mais gente. E o melhor, para um público que já demonstrou afinidade com a sua empresa.

Como dito alguns tópicos atrás, as técnicas de Inbound Marketing atraem até o seu site pessoas que se interessam pelo conteúdo oferecido. Sendo assim, ele gera relacionamentos que levam às vendas.

Além disso, conteúdo segmentado impulsiona tráfego de qualidade.

Portanto, é correto afirmar que, quanto maior a frequência da produção de conteúdo, mais frequentemente seus potenciais clientes acessarão suas páginas.

Embora seja importante, você deverá se preparar com mais do que apenas conteúdo. As etapas do funil só podem ser avançadas através de elementos que ajudam sua empresa a segmentar o público.

Ou seja, você só conseguirá efetivar uma venda se o seu site possuir:

1. CTA’s

2. Landing Pages

3. Material Rico

Vamos começar?

Se o seu negócio está pronto para alçar voos mais altos, talvez esteja na hora de apostar no Marketing Digital para melhorar a atuação de sua marca no mercado.

Antes de mais nada, veja como analisar o desempenho do seu site e descubra como seu negócio se comporta no ambiente online.

Depois disso, se for o caso, procure um especialista na área que possa desenvolver um planejamento de atuação completo. A Olivas Digital está preparada para te ajudar!

Henrique Neto

Jornalista e redator especialista em copywriting e Marketing Digital na Olivas Digital

Publicado em 26/03/2019