Compartilhe

Pagamento recorrente serve para qual tipo de negócio?

Já vimos aqui no blog que negócios que utilizam pagamento recorrente possuem uma série de vantagens em comparação aos que vendem pontualmente.

A maior dessas vantagens é a previsibilidade da receita, que permite às empresas, organizar e planejar melhor seu ano.

Mas será que a sua empresa pode adotar o modelo de cobrança recorrente? Vamos responder a essa pergunta nesse artigo. Boa leitura!

Como funciona o pagamento recorrente?

Antes de falar sobre os negócios que podem adotar esse modelo, precisamos explicar o que ele é e no que consiste.

Todas as empresas que têm um modelo de venda baseado na entrega de um produto ou serviço de forma contínua se enquadram no modelo de pagamento recorrente.

Isso quer dizer que, o pagamento recorrente é uma forma de cobrar por produtos e serviços que os clientes precisarão utilizar mais do que uma vez. Os negócios desse tipo são firmados por meio de assinaturas e planos.

Embora a cobrança mensal seja a mais comum, ela também pode acontecer em cobranças bimestrais, trimestrais, semestrais etc. Isso depende do tipo de produto ou serviço oferecido.

Geralmente, as formas de pagamento utilizadas são o cartão de crédito, débito em conta e o boleto bancário, embora esse último seja menos indicado. Em outro artigo listamos 11 dicas para diminuir a inadimplência em negócios com pagamento recorrente e falamos sobre o uso do boleto bancário.

Então podemos de dizer que o pagamento recorrente é um modelo de cobrança feita através de planos e assinaturas que oferecem aos clientes, produtos e serviços, tanto físicos quanto digitais.

Minha empresa pode usar o pagamento recorrente?

Para responder a essa pergunta vou listar alguns exemplos de negócios que utilizam o modelo de pagamento recorrente:

– Plataforma de educação

– Streaming de música e vídeo

– Software de gestão

– Assinatura digital

– Academias

– Jornais e revistas

– Seguros e planos de saúde

– Estacionamentos

Será que o seu segmento é tão diferente assim? Abaixo explicamos como as empresas utilizam o pagamento recorrente.

1 – Plataforma de educação

O segmento da educação pode usar a recorrência tanto para escolas e universidades físicas, como também para o ensino a distância.

Com o avanço da internet, é cada vez mais comum que as pessoas busquem por conhecimento sem precisar frequentar uma sala de aula. Por isso, é um segmento com grande potencial para quem quer investir em um modelo de negócio recorrente.

Porém não é apenas pela internet que a cobrança recorrente funciona. Instituições de ensino que atuam fisicamente, também a utilizam há anos, afinal precisam cobrar a mensalidade do aluno continuamente.

Hoje, além de cobrar via boleto bancário, é comum que as instituições utilizem também o cartão de crédito.

2 – Streaming de música e vídeo

Talvez os mais populares dessa lista, os serviços de streaming de música e vídeo caíram nas graças do público. Resultado disso é a popularidade de plataformas como a Netflix, Prime Vídeo, Spotify e YouTube Premium.

Essas plataformas oferecem planos que possibilitam o consumo audiovisual em qualquer tipo de dispositivo com acesso à internet.

O sucesso é tamanho que a Netflix, por exemplo, alcançou a marca de 183 milhões de assinantes, no primeiro trimestre de 2020. Já o Spotify, serviço de reprodução de música, chegou a 286 milhões de assinantes no primeiro trimestre do ano.

3 – Software de gestão

Outro segmento que usa recorrência com maestria é o SaaS, que significa uma plataforma como serviço.

Esse tipo de serviço surgiu para facilitar o trabalho do usuário por meio da automatização de tarefas.

Diferente do que acontecia antigamente, hoje o cliente não precisa comprar uma versão de um software ou uma licença para instalar o programa. Agora ele pode utilizar um serviço na nuvem que costuma ser comercializado no modelo de planos e mensalidade.

Essas plataformas ajudam no gerenciamento de atividades e processos internos, facilitam no controle de vendas, gestão de produtos e muito mais.

4 – Assinatura Digital

O segmento de clubes de assinatura digital cresceu nos últimos anos. Nos EUA, a tendência é que o mercado movimente até US$ 10 bilhões por ano. No Brasil, o número já ultrapassou R$ 1 bilhão.

As empresas que aderem a esse modelo podem vender os produtos que mais agradam aos clientes, constantemente. O segredo para o sucesso dessa fórmula é selecionar os melhores produtos e oferecer pacotes vantajosos.

Hoje, existem centenas de clubes de assinatura, em todos os segmentos possíveis, como:

Clude, assinatura de serviços de saúde (consultas, exames, nutrição, cirurgias etc.)

WorldSteak, clube de assinatura de carnes para churrasco

Kindle Unlimited, assinatura de livros digitais

TAG Livros, assinatura de livros físicos

Joy Pet Box, produtos para pets

Club di Gelato, clube de assinatura de sorvete

Clube do Malte, assinatura de cerveja artesanal

Evino Clube, clube de vinhos

Glambox, produtos de beleza e cuidado

E aí, o seu negócio pode virar um clube de assinatura?

5 – Academias

Outro segmento que ganhou muito ao utilizar o modelo de pagamento recorrente são as academias.

Ao adotar a cobrança recorrente em seus planos, as academias encontraram uma solução prática para atrair novos alunos, fidelizar os atuais e evitar a evasão/inadimplência.

Grandes redes, como a Smart Fit, são exemplos do sucesso na modalidade. Também é possível usar a recorrência no segmento por meio da oferta de suplementos, roupas esportivas e tratamentos estéticos.

Em outro artigo, listamos 7 vantagens de usar o pagamento recorrente em academias. Veja.

6 – Jornais e revistas digitais

Desde o início do século, muito se fala sobre o fim da mídia impressa. A popularização dos smartphones trouxe um grande desafio para as empresas de mídia.

A morte da mídia impressa, contudo, não significa o fim dos veículos de comunicação. Pelo contrário. Com a chegada da internet, produtores de conteúdo estão se adaptando cada vez mais rápido.

Hoje, uma das estratégias mais comuns adotadas pelas empresas de mídia é oferecer opções de assinaturas para os leitores. Assim, seus clientes passam a ter acesso a um material exclusivo, sem interrupção.

Se você ainda não é assinante de jornais como O Globo, por exemplo, certamente já se deparou com uma incômoda mensagem do tipo: “você ultrapassou o limite de matérias gratuitas, para continuar lendo, assine”.

Esse tipo de estratégia busca fisgar os leitores oferecendo planos para acesso integral ao conteúdo.

Veículos como a revista Vida Simples, já oferecem conteúdo por assinatura para os leitores que recebem a versão impressa em casa e também têm acesso ao conteúdo digital.

Toda a transformação pela qual a imprensa moderna passou só foi possível por conta da cobrança recorrente.

7 – Seguros e planos de saúde

O mercado de seguros e planos de saúde também utiliza o modelo de negócio recorrente.

Para trazer segurança e comodidade para as pessoas, empresas que oferecem seguro de vida e patrimônio (casos, automóveis, celulares etc.) fazem a cobrança mensal do plano contratado. A estratégia também se aplica aos planos de saúde, funerários, odontológicos etc.

8 – Estacionamentos

Até mesmo os estacionamentos podem entrar na onda e usar o pagamento recorrente.

Estabelecimentos que fazem a locação de vagas mensalmente podem usar a cobrança recorrente para diminuir a inadimplência e economizar custos com cobrança e conciliação.

Outros benefícios desse modelo de pagamento nos estacionamentos são:

– Retenção de cliente nos períodos de férias

– Renovação automática de contratos

– Otimização de tempo

– Controle financeiro

– Comodidade

Além disso, você pode utilizar plataformas de gestão de assinantes para fazer o controle dos clientes e das vagas disponíveis.

Como adotar o pagamento recorrente na minha empresa?

Para implementar a recorrência em seu negócio, é preciso traçar um planejamento e definir os processos de vendas. Mas para isso, avalie os serviços e produtos que oferece hoje e adapte-os. Você precisará focar suas vendas em planos mensais, semestrais ou anuais.

Também é importante ficar de olho nas métricas mais importantes da economia de recorrência para visualizar os rumos que o negócio está tomando.

Além disso, é preciso contar com ferramentas de gestão de assinatura e pagamentos. O OD Vendas pode te ajudar nisso. A plataforma foi desenvolvida para facilitar o ingresso das empresas de todos os portes no mundo da recorrência.

Prático, o OD Vendas permite criar páginas para vender produtos e serviços e personalizar com as opções de assinatura e pagamento que desejar. Com ele, você não precisa se preocupar em desenvolver um novo site.

Algumas características do OD Vendas:

– Faz cobranças automáticas

– Acompanha o status de pagamento

– Gerencia ações com/para os assinantes

– Analisa o desempenho de determinados produtos/serviços

– Controla o estoque e o fluxo de entrega

– Cria estratégias de relacionamento com os clientes

Se você já tem um negócio, mas precisa desenvolver toda a estrutura para o pagamento recorrente, nós podemos te ajudar. Entre em contato e vamos bater um papo. Fique com uma pequena demonstração do OD Vendas!