Compartilhe

8 dicas de SEO para lojas virtuais

Se você quer atrair mais clientes para a sua loja, saiba que há uma maneira de conseguir isso sem precisar fazer manobras mirabolantes. Basta aplicar algumas dicas de SEO para lojas virtuais que listaremos aqui neste artigo!

O que significa SEO para lojas virtuais?

SEO (Search Engine Optimization) é um processo de otimização das páginas que ajuda a tornar o site mais relevante nos mecanismos de busca, como o Google. Se você tem uma loja virtual, então tem que se preocupar muito com isso. Afinal de contas, quando as pessoas procuram um produto na internet, você quer que ela caia em seu site.

Esse processo de otimização envolve a melhoria de:

  • títulos das páginas
  • descrições de produtos
  • links internos
  • usabilidade
  • navegação

Cada produto que você vende precisa ter uma página dedicada a ele, com as características listadas acima muito bem otimizadas. Assim, eles atrairão os clientes naturalmente, sem que precise investir em anúncios.

Bom, agora que você já percebeu como é importante o SEO para lojas virtuais, vamos ao que interessa: boas práticas!

1. Cuidado com as palavras-chave

Podemos dizer que boa parte do trabalho de SEO se relaciona diretamente às palavras-chave porque são elas que fazem com que um visitante chegue até o site.

Vamos imaginar uma situação hipotética de uma loja virtual especializada na venda de comida vegana. Nesse caso, é fundamental que os termos relacionados à comida vegana sejam mencionados como palavras-chave no título, na meta-descrição, nos atributos alternativos de imagem e nos subtítulos do produto. Fazendo isso, o Google entende que a sua página é relevante para pessoas que estão buscando esse tipo de produto.

Mas, atenção: não repita a mesma palavra-chave em diferentes produtos.

2. O layout do site conta muito

Outro aspecto que impacta diretamente nos resultados é a navegação e usabilidade do site. Por isso, o layout precisa ser um ponto de atenção.

Uma loja virtual bem organizada, com elementos que facilitam a navegação, ganha muitos pontos em termos de usabilidade porque proporciona uma experiência melhor ao usuário. Veja alguns elementos que não podem faltar na sua loja virtual:

  • barra de pesquisa
  • filtro de busca
  • descrição dos produtos

Então, quanto mais intuitivo for o site, melhor. Além disso, a responsividade também entra em cena. Se o site consegue adaptar o conteúdo aos diferentes dispositivos, ele tem uma vantagem sobre os outros. Hoje, o volume de busca através do celular já ultrapassou o desktop. Por isso, o Google penaliza quem não respeita os usuários que acessam a partir de diferentes plataformas.

3. Trate a URL com carinho

Uma URL amigável é aquela em que apenas de bater o olho é possível saber do que a página se trata. Se o mecanismo de busca encontra uma URL que não resume o conteúdo da página, ele dificilmente irá recomendá-la a um usuário. Então, torne o conteúdo simples de entender através da URL e lembre-se de adicionar a palavra-chave nela também!

4. Faça links entre as páginas

Usar links internos também é fundamental, pois ajuda os algoritmos a entenderem a hierarquia da loja e o que é mais relevante para os usuários. Assim como em uma espécie de âncora, uma página puxará a outra levando em consideração sua relevância. Mas, cuidado com excessos para não dispersar o público.

5. Diminua o tempo de carregamento das páginas

A velocidade que um site demora para carregar é muito importante para o Google. O ideal é que o tempo de carregamento da página seja de até 3 segundos. Algumas pesquisas mostram, inclusive, que até 40% dos usuários abandonam o site após o terceiro segundo.

Mas, como saber se o site é lento?

Aqui, na Olivas Digital, usamos duas ferramentas para isso:

  • Google Lighthouse
  • GT Metrix

Elas permitem fazer uma análise estrutural da loja avaliando o tempo de carregamento do site, uso excessivo de scripts e configurações de otimização do servidor. Além disso, também ajudam a identificar pontos que precisam de melhoria, como as imagens.

Quer saber se o seu site é lento? Então, clique aqui e preencha seus dados que faremos uma análise gratuita para você!

6. Use as redes sociais

Uma boa estratégia de SEO para lojas virtuais precisa considerar o uso das redes sociais. Isto é, integrar a loja às redes tende a aumentar o número de visitantes, a credibilidade do site e a confiança dos clientes. Portanto, tenha botões de compartilhamento no site e encoraje a interação nas redes sociais para aumentar a relevância da sua loja em outros canais.

7. Capriche no título e na meta-descrição

O título SEO é um dos elementos mais importantes para a otimização do site. Ele precisa ter o nome da empresa junto com a palavra-chave. Esse texto pode ter até 60 caracteres e tem que ser atraente, simples e direto.

Já a meta-descrição é um texto de até 155 caracteres que também aparecerá na pesquisa, logo abaixo do título. Use a criatividade para complementar o título e desperte a vontade dos usuários em acessar a página.

8. Aposte nos vídeos

Os vídeos dominaram o mundo e hoje são fundamentais para qualquer estratégia digital. Por isso, adicionar um vídeo de descrição ao produto ajuda a aumentar a relevância da página no Google. Além disso, gera confiança dos clientes na loja, uma vez que eles conseguem tirar suas dúvidas sobre o funcionamento ou até mesmo, sobre a existência dele.

#Dica bônus! Integre sua loja com o Google Shopping

Se você pensa que o Google Shopping serve apenas para gerar tráfego pago, está enganado. Desde meados de 2020 o recurso traz também resultados orgânicos desde que a sua loja tenha um perfil criado e validado no Google Merchant Center.

E então, gostou das dicas? Se não souber como colocá-las em prática, não tem problema. Nós somos especialistas no planejamento, desenvolvimento e otimização de lojas virtuais. Temos todo o conhecimento necessário para levar a sua loja a outro patamar. Entre em contato conosco agora mesmo!

Henrique Neto

Jornalista e redator especialista em copywriting e Marketing Digital na Olivas Digital