Qual é a melhor plataforma para loja virtual?

As vendas online devem crescer 18% em 2020 e movimentar mais de R$ 1 bilhão, segundo estimativa da ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico).

A pandemia do novo Coronavírus, que atingiu o mundo em 2020, deixou ainda mais evidente a importância das vendas online. A quarentena obrigou as lojas físicas de produtos não essenciais a fecharem as portas então os comerciantes que não vendem via e-commerce foram mais afetados pela crise do que aqueles que já o fazem.

Se você pretende lançar uma loja, vamos te ajudar a encontrar a melhor plataforma para loja virtual!

Recursos importantes de uma plataforma para loja virtual

Existem dezenas de plataformas no mercado e o primeiro passo antes de sair testando as diversas opções é saber quais recursos procurar.

A maioria das plataformas tem pelo menos uma opção para:

  • gerenciamento de inventário/estoque
  • processamento de pagamento
  • relatório de vendas

Contudo, esses são os itens básicos para uma loja virtual. Abaixo, listamos os recursos mais importantes que você deve procurar em uma plataforma de e-commerce.

Categoria de produtos

Uma funcionalidade simples mas muito importante é a habilidade de categorizar os produtos. Se você pretende vender mais do que um tipo de produto, é importante mantê-los bem definidos e organizados em seu site. Por isso usamos a categoria de produtos.

Descontos e promoções

Fazer uma promoção de seus produtos é uma maneira interessante de atrair clientes. Os descontos podem ser sazonais, exclusivos para clientes recorrentes etc. O que importa é que a plataforma precisa ter a opção de incluir descontos sempre que você precisar.

Suporte a diferentes formas de pagamento

Oferecer opções de pagamento é importante para não perder nenhuma venda. Por isso, a plataforma escolhida precisa processar mais do que um tipo. No mercado, existem plataformas que integram com gateways de pagamento e aumentam a capacidade de venda do seu e-commerce.

Personalização de produto

É importante que você crie páginas personalizadas para cada produto que está vendendo. Nela, deve haver informações detalhadas sobre o produto para que o cliente saiba exatamente o que está comprando. Além disso, essa página deve ser organizada e visualmente agradável. Por isso, escolha a plataforma que te proporcione esse recurso.

Filtro de busca

Confessamos que essa é uma funcionalidade presente em 99,9% das plataformas, mas não posso deixar de citar. O simples filtro de busca é fundamental para uma loja virtual. Ele facilita a navegação dos clientes e melhora a experiência do usuário em seu site porque ele dirige a pesquisa para o produto certo.

Busca inteligente

Outro recurso bastante comum e indispensável em uma plataforma de e-commerce é a busca inteligente. Ela deve estar configurada para:

  • corrigir palavras-chave com erros ortográficos
  • buscar sinônimos
  • sugerir palavras-chave com resultados melhores

Analytics e Marketing Digital

Para garantir o sucesso da sua loja é essencial poder medir os resultados integrando ferramentas de análise, como o Google Analytics. Mas também permitir explorar ações de relacionamento com seus clientes, integrando plataformas de automação de marketing, e feed de produtos para expor seus produtos em plataformas como Google Shopping, Facebook e Instagram.

Qual é a principal plataforma para loja virtual atualmente?

Antes de começar a lista, vamos deixar claro que essa é uma opinião da Olivas Digital. A lista a seguir possui uma classificação de plataformas indicadas para cada porte de negócio, começando pelos de grande porte até os de menor volume de vendas.

VTEX

Diferente das demais plataformas dessa lista, a VTEX é uma plataforma SaaS com hospedagem na nuvem. De maneira simples, isso quer dizer que, ao optar pela utilização, você não precisará se preocupar com upgrades de recursos e nem nada do tipo.

A empresa que disponibiliza a plataforma trabalha na evolução da solução que pode ser implementada em sua loja virtual sem muitos esforços com a ajuda de uma agência parceira.

A VTEX pode ser considerada a melhor plataforma de e-commerce em termos de personalização, então se você deseja criar uma identidade própria, talvez seja a melhor escolha. Além disso, faz integração com ERP e CRM e seu uso é intuitivo, tanto para os clientes quanto para os vendedores.

Possui uma gama de recursos que melhoram suas taxas de conversão, dentre os quais:

Prós

  • Tem Smart Checkout e One Click Buy como recursos nativos da plataforma que facilitam a compra com um clique, sem enrolação
  • É Omnichannel, permite gerenciar várias formas de contato com o cliente de forma unificada, seja por meio de celular, web, rede social, totem etc.
  • Faz armazenamento em nuvem que ajuda na escalabilidade e velocidade do site mesmo com grande volume de visita
  • Tem integração com Marketplace em que você seleciona os produtos que quer vender, gerencia campanhas e configura uma logística especial para as vendas feitas por ele
  • Possui suporte ao desenvolvimento, pois segue em constante evolução para trazer novas funcionalidades

Contras

  • Alto custo para implementação da plataforma
  • Custo fixo de manutenção e retenção de até 2,5% do faturamento
  • Depende da contratação de uma agência para implementação, personalização e cadastramento de produtos
  • Caso queira instalar um novo recurso desenvolvido, deve-se procurar a agência parceira para incorporar

A VTEX é, sem dúvida, uma das plataformas mais robustas do mercado. É indicada para lojas grandes, com grande volume de vendas e acesso. Seus recursos não dependem da instalação de plugins, oferecendo as funcionalidades de forma nativa.

Magento

O Magento é uma das melhores plataformas de e-commerce disponíveis no mercado. Destaca-se por sua flexibilidade e comporta tanto pequenos quanto grandes negócios.

Contudo, não é uma plataforma tão simples de usar, necessitando experiência em programação para tirar o máximo de proveito de seus recursos. Ela foi desenvolvida sob os critérios de SEO e por isso pode te ajudar a indexar melhor nos mecanismos de busca. É altamente segura e permite usar muitos temas e plugins a gosto.

Prós

  • É uma plataforma escalável, bom para grandes lojas onlines
  • Foi construída pensando em SEO e segurança
  • Tem suporte a múltiplas moedas e taxas de impostos
  • É integrada com qualquer gateway de pagamento que você quiser

Contras

  • Demanda mais tempo para implementação
  • É difícil de personalizar se você não tem experiência com programação
  • A maioria/melhores dos módulos/plugins são pagos

O Magento pode ser considerado a melhor plataforma de ecommerce para startups. Contudo, não é uma opção muito boa para quem está começando ou se você pretende criar uma loja mais simples. É, portanto, indicada para lojas com volume médio e grande de vendas.

WooCommerce

Por fim, temos o WooCommerce. Mas precisamos deixar claro que ele não é exatamente uma plataforma de e-commerce independente. WooCommerce é um plugin do CMS mais utilizado do mundo, o WordPress.

Até por isso, o WooCommerce é uma das ferramentas mais populares entre as lojas virtuais. De fácil implementação e uso, possui diversas extensões que permitem adicionar novas funcionalidades à plataforma. Além disso, o painel de controle (do WordPress) é extremamente intuitivo, perfeito para iniciantes.

Prós

  • É de fácil instalação e uso
  • Faz o gerenciamento de inventário
  • É possível integrar com CRMs, gateways de pagamento e ferramentas de análise (por meio de extensões)
  • Permite o cadastramento de produtos simplificado
  • O plugin é gratuito

Contras

  • Fica dependente da instalação de plugins que podem ser caros e causar lentidão
  • Não permite configurar diferentes fretes por região de forma nativa
  • É limitado, por isso não é indicado para lojas mais robustas

WooCommerce é a solução perfeita para pequenas lojas que estão começando e ainda não têm grande audiência. Contudo, possui limitações que podem atrapalhar caso o e-commerce cresça. É ideal para quem quer uma solução rápida, flexível e mais econômica, para início de operação.

E aí, conseguiu decidir? Caso precise de ajuda, nós somos especializados no desenvolvimento e manutenção de lojas virtuais de todos os portes. Entre em contato e vamos ajudar a fazer a melhor escolha para o seu cenário.

Perguntas Frequentes

O que é uma plataforma de e-commerce?

Plataforma de e-commerce é o sistema que permite a criação de uma loja virtual. É com base nela que você conseguirá gerenciar todos os elementos de um negócio online, como:

  • Incluir produtos;
  • Controle de estoque;
  • Definir preços;
  • Gerir promoções,
  • Incluir meios de pagamento, entre outros.

Além dos itens citados, muitas outras funcionalidades podem ser incluídas em um e-commerce a depender da plataforma utilizada.

Quais são os tipos de plataforma para loja virtual?

Plataforma Open Source

Possuem sistemas de código aberto em que se pode alterar detalhes da página de acordo com a necessidade do lojista. Geralmente o que se pretende alterar nesse tipo de sistema é o layout e as funcionalidades disponíveis.

Uma vantagem de escolher esse tipo de sistema é que ele demanda menor investimento inicial. Contudo, para fazer a personalização em uma plataforma Open Source você precisará de certa experiência em programação.

Plataforma própria

As plataformas de e-commerce próprias não permitem o acesso ao código fonte do sistema. Para utilizá-la, é preciso comprar a licença para o uso da plataforma da empresa fornecedora. Isso significa um pagamento inicial e renovações anuais que garantem acesso a atualizações disponíveis.

Como neste modelo o desenvolvimento é feito pelo proprietário do e-commerce, a plataforma é flexível. Porém, isso também significa que a responsabilidade pela evolução e alterações na plataforma é do lojista. Por isso, é preciso contar com uma empresa especializada em desenvolvimento de lojas virtuais para prestar esse serviço.

Plataforma SaaS

Nesse tipo de plataforma, o sistema fica disponibilizado na nuvem e o lojista pode acessá-lo de qualquer lugar e a qualquer momento.

Nesse caso, desenvolve-se uma ferramenta personalizável, que é comercializada com base no pagamento de uma mensalidade. Em alguns casos, também existe a cobrança de uma taxa de participação sobre as vendas.

Entre os benefícios desse tipo de plataforma estão: Alta performance, Customização e integração, Atualizações periódicas, e Menor tempo de implantação. Porém, esse tipo de plataforma tem custos maiores para utilização e ainda pode cobrar taxas sobre o faturamento.

Plataforma licenciada

Assim como na plataforma proprietária, esse modelo depende da compra de uma licença para a utilização do código fonte desenvolvido por uma empresa terceira. Nesse caso, ao adquirir a licença, você tem acesso a plataforma pronta para a sua loja virtual.

Qual vantagem de usar uma plataforma Open Source?

Plataformas abertas contam com milhares de colaboradores do mundo inteiro, constantemente implementando novas funcionalidades. Também traz liberdade, pois existe ampla oferta de desenvolvedores e empresas que poderão te dar suporte técnico necessário para manter sua loja sempre ativa.

Na Olivas Digital atuamos no desenvolvimento de lojas virtuais utilizando Magento e WooCommerce, mas se você já tem um site pronto, também podemos te ajudar no desenvolvimento e manutenção evoluindo o que já foi feito.

WooCommerce é seguro?

Sim, uma das vantagens de utilizar uma plataforma aberta é o fato de desenvolvedores do mundo inteiro trabalharem constantemente para implementar medidas de segurança e rapidamente corrigir possíveis falhas encontradas. Mas, para isso, é muito importante manter seu sistema atualizado.

Por isso, na Olivas Digital, sempre que desenvolvemos um e-commerce, oferecemos a opção do serviço de manutenção. Desta forma, manteremos seu site seguro e atualizado e também contará com nosso apoio para implementar novidades e evoluir seu site constantemente.

Por que posso precisar de um ERP?

ERP (Enterprise Resource Planning) é um sistema de gestão fundamental para os e-commerces (e não apenas para eles). Trata-se de um software essencial para gerenciar todas as tarefas de um ciclo de vida comercial, como:

  • Processamento de pedidos;
  • Controle integrado de estoque com loja física;
  • Emissão de notas fiscais;
  • Calcular impostos e gerar boletos.

Por que integrar o e-commerce ao RD Station?

As vantagens são inúmeras, a principal dela seria criar automações de relacionamento e fidelização dos seus clientes. Mas também engajando visitantes antes mesmo da primeira compra.

Pesquisas apontam que menos de 5% das pessoas que acessam um e-commerce pretendem realizar a compra no momento. Por isso é essencial trabalhar com conteúdo e captação de leads, para engajar e nutrir os demais 95% que estão a passeio.

Henrique Neto

Jornalista e redator especialista em copywriting e Marketing Digital na Olivas Digital

Publicado em 22/04/2021