Compartilhe

Google Ads ou Facebook Ads: onde anunciar?

Hoje em dia, a maioria das empresas que buscam o crescimento estão anunciando na internet, seja através do Google Ads ou do Facebook Ads. Enquanto o Google é a maior ferramenta de pesquisa do mundo, o Facebook é a maior rede social. Então, onde é melhor anunciar?

As duas ferramentas são ótimas para impulsionar as vendas, mas elas possuem certas diferenças. Portanto, na hora de escolher qual delas usar, é preciso levar em consideração:

  • Tipo do público a ser atingido
  • Produto oferecido
  • Alcance desejado
  • e muito mais

Veja abaixo alguns detalhes sobre cada uma para saber qual escolher para sua empresa.

Google Ads

Começando pelo Google, o maior buscador do mundo, ele é uma opção muito popular, mas, será que é a certa?

Lançada em 2000, a plataforma lidera o mercado de mídia on-line e traz a possibilidade de anunciar em diversos canais que pertencem ao Google, como o YouTube, por exemplo.

Uma notícia ainda de 2019 mostrou que anunciar na ferramenta gerou mais de R$ 41 bilhões às empresas brasileiras no ano de 2018. Só que para investir nessa ferramenta, é importante definir quais são os objetivos e quem a empresa espera atingir e isso influencia diretamente no formato de anúncio!

Abaixo, explicaremos melhor dois formatos do Google Ads muito utilizados:

Rede de Pesquisa (Search)

Anunciar na Rede de Pesquisa é a opção mais tradicional. Geralmente, é escolhida pelas empresas que querem atingir os clientes que já estão próximos de fechar um negócio. Isso acontece porque os anúncios desse formato aparecem como resultado de busca por palavras-chave específicas. Isto é, a persona é quem busca pelo produto ou serviço.

Veja abaixo um exemplo de anúncio com a palavra-chave: comida sem glúten:

Anúncio Search no Google Ads

Perceba que, neste modelo, o público está procurando por algo e a empresa aparece como opção.

Rede de Display

Diferente da Rede de Pesquisa, o Display é uma rede de sites em que os anúncios são exibidos. São mais de 2 milhões de sites onde você pode usar a segmentação para exibir seus anúncios em contextos específicos, para públicos-alvo específicos, em determinados locais e muito mais.

A principal diferença aqui é que você apresentará o seu anúncio para pessoas que talvez ainda não estejam no momento de compra. Até por isso o Display tende a converter menos do que a Rede de Pesquisa.

Mas isso quer dizer que anunciar na Rede de Display é ruim? Não!

Para aumentar sua taxa de conversão, você pode usar o formato em campanhas de remarketing. Assim, atingirá pessoas que já visitaram algum conteúdo seu, ou aquelas que estiverem próximas de realizar uma conversão.

Percebeu que a escolha é estratégica? Então, agora vamos falar sobre o Facebook Ads, suas características e benefícios.

Facebook Ads

Primeiramente vamos deixar claro que o Facebook Ads é apenas a ferramenta para gestão de anúncios da empresa. Isso significa que ela também inclui anúncios em outras plataformas do portfólio, como o Instagram.

Dito isso, agora vamos falar sobre a ferramenta. Para começar, de cara temos que dizer que o Facebook Ads é excelente para segmentos que atraem o público pelo visual. Empresas do ramo alimentício, por exemplo, podem caprichar na exibição de seus pratos para conquistar o público.

Imagine que você esteja sentado no sofá de casa rolando o feed do seu Instagram em uma sexta-feira à noite quando, de repente, se depara com a imagem ou vídeo de um belo hambúrguer com queijo derretido e fumaça sobre a carne. Você nem viu o anúncio, mas já ficou com vontade, não é mesmo? Para estes casos, o Facebook Ads é campeão!

Além de controlar o formato de exibição, também é possível determinar o local do anúncio, como Feed de notícias, na lateral para desktop, stories e muito mais.

Mas, talvez a maior vantagem de anunciar aqui é poder dizer com precisão o público das campanhas. Ele permite segmentar o público por:

  • sexo
  • cidade
  • estado
  • idade
  • estado civil
  • profissão
  • interesses
  • e muito mais

Semelhante ao que acontece na Rede de Display, o usuário também não está buscando por nada naquele momento. Mas, ainda assim, quando se usa as segmentações da maneira correta, pode ser uma fonte poderosa de vendas!

Então, qual é o melhor?

Você chegou até aqui e ainda não sabe qual é o melhor? Bom, se você busca por um lead mais qualificado, então o Google Ads (Rede de Pesquisa) é uma boa alternativa. A taxa de conversão tende a ser mais alta, uma vez que a pessoa já está buscando pelos seus serviços ou produtos.

Agora, se o objetivo for disseminar a marca e encorajar que novos leads entrem em seu site para conhecer mais sobre a empresa, o Facebook Ads é uma ótima opção. Além disso, por se tratar de anúncios mais visuais, segmentos como alimentação, moda e beleza tendem a se beneficiar com a ferramenta.

De toda forma, as duas plataformas tem suas vantagens e desvantagens. Seja qual for sua escolha, o certo mesmo é buscar pela ajuda de um profissional para definir a melhor estratégia. Nós somos especialistas em marketing digital e ajudamos empresas de todos os portes e segmentos a aumentar as vendas. Entre em contato e vamos bater um papo!