App Nativo ou Web App: qual é o melhor para sua empresa?

O primeiro passo para quem está pensando em lançar um aplicativo é definir entre app nativo ou web app. Mas, muitas pessoas não sabem a diferença entre esses modelos de app. É por isso que explicaremos cada uma delas e te ajudaremos a escolher o melhor para sua empresa. Então veja!

Por que preciso escolher entre App Nativo e Web App?

Escolher a tecnologia certa impacta diretamente em pontos como:

  • Performance
  • Usabilidade
  • Funcionalidades
  • Velocidade
  • Disponibilidade
  • Custos
  • e outros

Mas, para tomar essa decisão, você precisa escolher o modelo que atende as especificidades do seu aplicativo, ou melhor, dos usuários do aplicativo. Tanto o app nativo quanto o web app tem pontos positivos e negativos, então cabe a você pesar as diferenças e fazer a escolha.

O que é app nativo?

Essa é a versão tradicional que todos conhecem e que os usuários baixam diretamente nas lojas de aplicativo. Ele precisa ser desenvolvido para o sistema operacional em que vai funcionar (Android ou iOS), e usa os recursos dos aparelhos para funcionar.

Basicamente, qualquer aplicativo que você tenha instalado no seu celular é um app nativo e a maior vantagem do modelo é que ele foi pensado para cada plataforma. Mas, existem muitas outras vantagens, como você verá a seguir!

Vantagens do app nativo

De forma resumida, podemos dizer que os apps nativos têm as seguintes grandes vantagens:

  • Mais facilidade para acessar o app
  • Mais funcionalidades conforme os recursos do smartphone
  • Envio de notificações aos usuários
  • Atualizações em segundo plano

O primeiro ponto está ligado à disponibilidade, já que uma vez instalado, é fácil acessá-lo. Basta que o usuário navegue em seus aplicativos baixados. Já quando o assunto são as funcionalidades, o app nativo também se destaca porque ele pode usar mais recursos dos celulares e integração com outros aplicativos, como a câmera e o GPS.

Com o app nativo também é possível enviar notificações push para manter uma boa comunicação com os usuários, enviando novidades, ofertas e informações em tempo real. Além disso,  ele roda em segundo plano, sendo atualizado a todo momento. Em alguns casos, isso é fundamental, como nos apps de música ou mesmo aplicativos de mobilidade urbana, já que na versão web estes serviços são pausados quando o usuário alterna de aplicativo.

Desvantagens do app nativo

A exemplo dos pontos positivos, também temos três desvantagens no modelo de app nativo:

  • Tempo para desenvolvimento
  • Custo maior da operação
  • Dependência do espaço de armazenamento dos usuários
  • Processo de aprovação junto às lojas de aplicativos

Desenvolver um app nativo leva mais tempo porque exige uma série de processos criativos. Além disso, a operação acaba sendo mais cara porque exige mais recursos e testes dentro das plataformas. Sem contar que, provavelmente, você precisará de uma equipe maior para desenvolver este projeto.

Você ainda tem que considerar o fato de que o app nativo consome o espaço de armazenamento interno do celular e os usuários talvez não estejam dispostos a isso.

Sem contar que, depois de pronto e testado, o aplicativo ainda passará pelo crivo de avaliação da Apple e do Google. Além de testes de segurança e integridade do aplicativo, ele deve estar totalmente em acordo com as políticas comerciais e de usabilidade impostas pelas marcas.

É comum, por exemplo, a Apple não autorizar a publicação de aplicativos com identificação do usuário (cadastro e login) se as funcionalidades do app não justificarem a necessidade deste recurso.

Agora que você já entendeu o que é o app nativo, como funciona, suas vantagens e desvantagens, vamos ao segundo ponto deste artigo.

O que é web app?

O web app é o modelo oposto ao app nativo, já que ele não é realmente um aplicativo e, por isso, não exige instalação para funcionar.

No fim das contas o web app é apenas um site desenvolvido exclusivamente para smartphones e tablets. Ele reconhece o dispositivo em que o usuário está acessando, e adapta os recursos e a exibição àquele determinado aparelho.

Para acessar, o usuário pode acessar diretamente por um atalho criado na tela de início do celular ou pelo navegador web. Confira abaixo as vantagens e as desvantagens deste modelo de criação de aplicações.

Quais as vantagens de desenvolver um web app?

Podemos citar três principais vantagens:

  • Desenvolvimento e implementação mais rápidos
  • Custos menores da operação
  • Elimina a necessidade de instalação
  • Mais liberdade

O web app pode ser acessado em qualquer navegador, independente do sistema operacional. Por isso, a sua construção e implementação acabam sendo mais rápidas. É o modelo ideal para quem está procurando uma solução imediata e barata.

Além disso, o usuário não precisa fazer download do aplicativo, um ponto considerado positivo uma vez que não precisa comprometer o espaço de armazenamento do celular.

Sem a necessidade de aprovação pelos gestores das lojas de aplicativos, você terá maior liberdade para realizar transações (venda) sem ter que compartilhar sua renda com a Apple ou o Google. Também terá maior liberdade na publicação de conteúdos. Por exemplo, conteúdos adultos não são permitidos nas principais lojas de apps.

Entenda as desvantagens de desenvolver um web app

Mas nem tudo são flores na vida de quem opta pelo web app. Por isso, abaixo você verá três desvantagens do modelo:

  • Menos funcionalidades em comparação com o app nativo
  • Depende da internet para funcionar
  • Pode ter menos acessos

Um dos maiores pontos negativos do web app é o fato de terem menos funcionalidades quando comparados aos apps nativos. Isso acontece porque eles não têm integração com os recursos do celular, como as câmeras e o GPS. Mas, é bem verdade que hoje existem plataformas que permitem ao web app acessar alguns recursos dos dispositivos, enviar notificações etc.

Além disso, esse tipo de app precisa de conexão à internet para funcionar e, ainda assim, podem ser mais lentos do que os nativos por não terem sido desenvolvidos exclusivamente para cada plataforma.

E, por último, o fato de não usar o armazenamento interno também significa que ele não fica disponível nas lojas de app. Então, se você escolher o web app, vai precisar investir na divulgação e na comunicação para que os usuários o acessem.

Bom, agora que você tem todas essas informações, chegou a hora de pensar com calma e pesar todos os pontos citados no artigo para fazer a sua escolha. Seja ela qual for, nós podemos te ajudar no desenvolvimento do seu app. Entre em contato e vamos bater um papo!

Obs: Há também uma terceira opção, o app híbrido sobre o qual não falamos neste artigo, mas que você também pode querer conhecer.

Henrique Neto

Jornalista e redator especialista em copywriting e Marketing Digital na Olivas Digital

Publicado em 15/06/2021