Minha empresa precisa de um aplicativo?

Tem crescido, cada vez mais, a preocupação das empresas com os acessos a sites a partir de dispositivos móveis. Isso porque, mais da metade das pesquisas online partem de celulares.

E isso leva a uma pergunta pertinente: Será que eu devo investir em um aplicativo para minha empresa?

Para responder a essa pergunta e te ajudar a decidir se deve ou não investir em um aplicativo, listamos alguns pontos abaixo.

Considere o seu tipo de negócio

Para avaliar a necessidade da implementação de uma ferramenta como um aplicativo, você deve levantar alguns pontos básicos a respeito do consumo do seu cliente.

Isto é, alguns mercados específicos têm uma rotina diferente de interação com seu público-alvo. Isso porque os produtos ou serviços oferecidos não demandam atenção constante do cliente e não precisam de acesso imediato.

Ou seja, existem produtos que não geram a necessidade de urgência para a aquisição.

Além disso, alguns deles têm vida útil maior, fazendo com que os usuários percam o interesse pelo uso do aplicativo apenas para a visualização deste tipo de produto.

Como é o caso de lojas especializadas na venda de calçados. Este exemplo pode ser divergente, mas pense estrategicamente: o usuário manterá um aplicativo para a compra de um tênis após a aquisição de um?

Sendo assim, se a sua loja não oferece opções de negócios frequentes e nem está focada na aquisição imediata de um bem, talvez não seja o momento de investir em um aplicativo.

Por outro lado, existem negócios que se beneficiam e oferecem vantagens aos clientes por interagirem com o aplicativo. Mais do que isso, alguns deles tornam-se rotina na vida das pessoas.

Este é o caso dos aplicativos desenvolvidos pelos bancos, por exemplo. O chamado “mobile banking” ganha força e representa uma faixa importante dos clientes das instituições. Isso explica o crescimento das contas em bancos digitais.

Seja para fazer pagamentos, fazer transferências ou para a contratação de crédito, a verdade é que o mercado bancário se transformou com o uso de aplicativos que facilitam a vida dos clientes e geram mais segurança e comodidade.

Ou seja, faz mais sentido instalar um app bancário para consulta da situação financeira, ou um para comprar um produto a cada 3 meses ou mais?

Minha loja suporta aplicativo?

Pensando estrategicamente, alguns negócios não comportam e não impõem a necessidade de um aplicativo. Como dito antes, se sua empresa não presta um serviço cuja demanda é contínua, não vale a pena criar uma ferramenta para expandir os resultados.

O fato é, seu cliente não abrirá um aplicativo sem que seja estimulado a interagir com a empresa.

Por isso, acima de tudo, considere o comportamento do público, e cogite investir em um novo recurso apenas se o uso dele for recorrente.

Mas se a sua empresa oferece produtos que são buscados pelo mesmo cliente várias vezes, então talvez seja a hora de partir para o próximo passo.

Neste caso, os aplicativos podem ajudar no crescimento da marca e obtenção de lucros, pois geram mais comodidade e facilitam a vida dos clientes.

Um exemplo de negócio que suporta bem a implementação de um aplicativo é o mercado alimentício. Os aplicativos de comida tiveram faturamento recorde no ano passado, impulsionados pela crise do coronavírus.

Isso mostra que as vendas deixaram de acontecer apenas por meio das ligações telefônicas e migraram também para o ambiente digital, nos sites e aplicativos. O que comprova a mudança dos hábitos do consumidor.

Percebeu que produzir um app está ligado diretamente à comodidade e facilitação do processo de compra do cliente?

Tenha isso em mente quando planejar a produção de um, pois eles devem, acima de tudo, ser funcionais e intuitivos.

Aplicativo para uso interno

Existem também ferramentas que não são disponibilizadas para o público final, mas que funcionam internamente para melhorar a execução das tarefas dos funcionários e gerir os negócios.

Com eles, é possível contatar e monitorar a equipe de vendas, por exemplo, da sua empresa para ajudá-los a resolver situações ou dúvidas e trazer mais clientes.

Alguns segmentos de negócios demandam atenção de seus funcionários para novas informações até mesmo quando se deslocam pelo ambiente de trabalho. A portabilidade no uso de smartphone ajudará na rotina do colaborador que não ficará mais preso apenas ao desktop.

Além disso, estes apps mobile empresariais geram mais praticidade do que a intranet, utilizada durante anos pelas empresas para tarefas internas.

O manejo dos aplicativos é mais simples e eles possuem layout conciso e intuitivo, o que facilita a experiência dos profissionais e agiliza o processamento de dados.

Com estes aplicativos você consegue otimizar sua equipe de vendas, tornar mais eficiente o trabalho e agilizar o atendimento. Tudo isso gera mais resultados para a empresa.

Site responsivo

Para as empresas cujos clientes não costumam fazer transações constantes, a melhor resposta, pensando na experiência do usuário de smartphones, é a otimização dos recursos do site.

Uma página responsiva adapta os elementos e layout do site ao tamanho das telas em que estão sendo exibidas.

Pensada para integrar os smartphones e tablets ao mercado, esta concepção gera uma experiência de navegação fluida e demonstra ao usuário a preocupação da empresa, além de gerar autoridade para a marca.

É muito importante levar em consideração esta prática já que os celulares representam o maior número de buscas online. Elas ajudam a melhorar o tráfego e aumentar os acessos orgânicos.

Vantagens dos aplicativo

Se o seu ramo de negócio requer a produção de um app, veja a seguir as vantagens que a plataforma traz a sua empresa:

1- Divulgação e marketing

Os aplicativos têm facilidade na divulgação de ofertas e promoções estabelecidas pela empresa. Para isso, basta disparar uma mensagem a todos os usuários que, em poucos instantes, os clientes ficam a par das novidades.

Essas notificações podem conter promoções especiais, descontos ou, até mesmo, o lançamento de um novo produto. Tudo isso sem muito esforço e com mais eficiência do que com os meios de divulgação tradicionais.

É um canal de marketing e comunicação que atinge direto o público-alvo e traz mais resultados a sua empresa.

2- Visibilidade

Dados ainda de 2019 mostraram que mais de 5 bilhões de pessoas possuíam um celular na época. Empresas especializadas dão conta de que a crescente do número se deve a utilização em grande escala por países emergentes, como a Índia e o Brasil.

Estes países populosos somam boa parte do mercado de dispositivos móveis, como smartphones e tablets.

O Brasil é o quarto colocado na lista dos países que mais fazem download de aplicativos, ficando atrás apenas da China, Índia e dos Estados Unidos. A Rússia fecha o top 5.

A quantidade de programas baixados aumentou em 20% no país, e o sistema operacional mais popular é o Android, com cerca de 70% dos usuários.

No Brasil, 76% da população tem acesso à internet e mais de 50% utiliza apenas pelo celular. A tendência é que esses números cresçam ainda mais.

Em média, o cidadão brasileiro possui 80 apps instalados em seu dispositivo e faz uso de 40 destes durante o mês. São 200 minutos comprometidos diariamente com o uso dos programas, em grande maioria, ferramentas de mensagens e redes sociais.

Com essas informações, fica clara a expansão do mercado e a visibilidade que ele pode trazer para as empresas. Além disso, podem ser acessados de qualquer ambiente o que torna o alcance do seu negócio consideravelmente maior.

3- Relacionamento

Disponibilizar um app funcional aos seus clientes permite que ele tenha contato constante com a sua marca e crie um vínculo de confiança mais efetivo.

Isto é, aplicativos que oferecem serviços ao seu público-alvo demonstram a seriedade e o comprometimento da empresa com o consumidor, o que ajuda a construir uma visão benéfica da sua marca diante dos usuários.

Essa prática contribui diretamente para a fidelização e, por consequência, desenvolve um importante relacionamento de confiança e credibilidade, o que, entre outras coisas, pode significar divulgação e rentabilidade.

Isso porque, uma vez fidelizado, o cliente pode indicar sua empresa com base na experiência que viveu. Além de trazer novos compradores, certamente praticará novas transações com sua empresa.

4- Custo-benefício

O custo-benefício na contratação de um app é um dos pontos mais altos que a ferramenta pode trazer. Eles são capazes de trazer uma renda considerável e requerem um investimento moderado para seu desenvolvimento.

Se bem elaborado, em pouco tempo será possível recuperar o investimento feito e passar a ter uma fonte de renda fixa importante para o seu negócio.

Se você planeja lançar um aplicativo para o seu negócio, existem agências especializadas que podem te ajudar. A Olivas Digital é uma empresa especialista em soluções digitais completas.

Desde o desenvolvimento de sites e aplicativos, até o planejamento e gerenciamento de estratégias de marketing digital, somos uma agência pronta para te atender. Entre em contato e vamos bater um papo!

Henrique Neto

Jornalista e redator especialista em copywriting e Marketing Digital na Olivas Digital

Publicado em 29/03/2021