Compartilhe

Aplicativo Híbrido: saiba o que é e se vale a pena ter um

A popularização dos aplicativos nos últimos anos fez com que muitas empresas procurassem por desenvolvedores para criar um app próprio. Mas, o que poucos sabem é que existem muitos formatos para se investir, como os aplicativos web e nativos. Existe ainda um terceiro tipo que faz a mistura dos dois modelos anteriores, chamado de aplicativo híbrido.

Neste post, não entraremos na discussão sobre se a sua empresa realmente precisa de um app. Pelo contrário, esperamos que você já tenha a sua decisão e agora está pensando sobre qual é o melhor caminho para o projeto. Por isso, explicaremos o que é um aplicativo híbrido e suas vantagens.

O que é um aplicativo híbrido

Primeiramente, vamos explicar um pouco mais sobre o que é um aplicativo híbrido. Eles são apps móveis desenvolvidos com linguagens e ferramentas da web, mas que permitem utilizarmos o mesmo código para o sistema operacional dos celulares.

Ou seja, os códigos da versão web se integram às funcionalidades da versão mobile, o que pode tornar a experiência do usuário mais completa.

Ficou confuso de entender?

Então, veja: enquanto, nos nativos (a versão mais tradicional, por assim dizer), os recursos se prendem às funções do smartphone (câmera, GPS, agenda de contatos), nos híbridos, há ainda uma integração com o browser de navegação (Chrome, Safari, Firefox etc.).

Alguns exemplos de aplicativos híbridos que você conhece são:

  • Facebook
  • Uber
  • Gmail
  • Twitter
  • e muitos outros

Vantagens de um aplicativo híbrido

Bom, agora que você já entendeu o que é um app híbrido e viu exemplos práticos dele, vejamos os benefícios de contar com um.

Praticidade para os usuários

Uma ou talvez a principal vantagem do aplicativo híbrido é a capacidade de funcionamento em diversas plataformas, visto que ele pode carregar parte da linguagem de cada sistema operacional, tornando-se mais acessível e democrático.

Economia de recursos

Comparando com os apps nativos, os híbridos costumam ser mais baratos, porque não são desenvolvidos em uma linguagem própria. Assim, não é necessário contratar pessoas para manter o app em cada plataforma (iOS ou Android).

Menor tempo para desenvolvimento

No geral, por não possuir uma linguagem tão específica que demandaria a contratação de um time de especialistas em cada uma delas, os aplicativos híbridos são mais rápidos de fazer.

Como fazer um aplicativo híbrido?

Para criar um aplicativo híbrido, hoje, contamos com alguns frameworks que possibilitam o desenvolvimento de uma solução que leva a uma experiência próxima da nativa.

Aqui, na Olivas Digital, o front-end dos aplicativos é feito através de:

  • Ionic
  • React Native

Já no back-end usamos:

  • Laravel ou Lumen

Vale a pena ter um aplicativo híbrido?

A escolha depende muito dos objetivos da empresa. Caso você ainda não tenha um app e queira testar a aceitação do público, não precisando de tantos recursos, o app híbrido é uma boa saída. Ele pode funcionar muito bem como um apoio à sua loja virtual, por exemplo. Além disso, se o seu poder de investimento no momento não for muito alto, ele também é uma boa alternativa.

No fim das contas, a decisão deve ser estratégica. De toda forma, independente da sua decisão pelo tipo de aplicativo, deve procurar por um especialista na hora de tirar o projeto do papel. E, nisso, nós podemos ajudar. Trabalhamos no desenvolvimento de aplicativos híbridos e nativos, entregando a melhor solução para as empresas. Então, entre em contato e vamos conversar!

Felipe Oliveira

CIO e co-fundador da Olivas Digital, especialista no desenvolvimento de soluções digitais, aplicações e integração de sistemas