SEO: 4 dicas fundamentais para começar hoje mesmo

O que é o trabalho de SEO (Otimização de Buscas)

Ao contrário do que muita gente acha, o SEO ou otimização sites não termina quando seu site vai ao ar. Ela deve ser feita constantemente para garantir que os buscadores e redes sociais estejam indexando o conteúdo do site corretamente.

Novos conteúdos são criados e mudanças de tecnologia e melhores práticas também são frequentes. Por isso a importância de sempre monitorar e ajustar.

O que é conteúdo relevante?

São inúmeros fatores que influenciam a posição que um site aparece no resultado de busca do Google. Para que o SEO tenha sucesso pense sempre no que faz mais sentido para o usuário final.

Pois é isso que, desde os primórdios das buscas online, as ferramentas tentam identificar. As técnicas e parâmetros para fazer isso evoluíram, conforme o comportamento dos usuários também mudou.

Por exemplo, a presença da marca e compartilhamentos nas redes sociais vem ganhando peso. Não só por receber mais links para o site, mas também por que é uma maneira de avaliar.

Afinal, se usuários compartilham conteúdo de um site para sua rede de amigos, é por que de alguma forma ele é relevante para aquele público.

Claro, pode não ser um fator decisivo, mas influencia.

Quatro dicas práticas e fundamentais para começar hoje mesmo o SEO do seu site

#1 Mantenha a casa arrumada

Pense como um usuário final, ao acessar um site você precisa que ele carregue rápido, não trave e funcione perfeitamente tanto no seu computador como smartphone ou tablet. Não?

Os buscadores sabem disso e essa é a parte mais básica de qualquer site. Duas principais ferramentas para te ajudar nesta etapa:

  • GT Metrix: avalia o tempo de carregamento do site, uso excessivo de scripts, configurações de otimização do servidor e inclusive te ajuda a otimizar as imagens. Tirar um A/A nesta ferramenta é uma operação quase impossível, mas ao menos B/B com notas acima de 80% já vão ajudar muito no rankeamento e navegabilidade do seu site.

  • Teste de compatibilidade do Google: mais de 60% das buscas no Google ocorrem em dispositivos móveis não à toa o Google vem se preocupando muito com isso e essa ferramenta é uma ótima maneira de descobrir possíveis problemas no seu site.

#2 Compatibilidade com redes sociais

Se as redes sociais ajudam os buscadores a entender os conteúdos relevantes para cada assunto, é fundamental que quando um usuário tenta compartilhar um link do seu site ele carregue corretamente.

O Facebook, por exemplo, precisa conseguir identificar a(s) imagem(ns) do conteúdo, título, descrição etc. Faça o teste:

  • Depurador de compartilhamento do Facebook: coloque o endereço do seu site e de algumas páginas internas importante e veja como seu conteúdo será interpretado. Garanta que logo, imagens e demais informações carreguem corretamente.
  • Twitter Cards Validator: recurso não muito explorado por muitos sites, os twitter cards fazem toda a diferença de como seu conteúdo vai aparecer ao ser compartilhado.

#3 Novidades

Dê motivos para os robôs do Google visitarem seu site com frequência, naturalmente sites que possuem uma frequência constante de atualização e publicação de novos conteúdos são identificados como mais relevantes.

Pense como o Google: se dois ou mais sites possuem informações similares, o que tiver mais conteúdos e for mais recente tende a ser mais relevante. Faz sentido, não?

Crie uma agenda de produção de novos conteúdos. Pode ser um blog com informações sobre o setor que você atua, publicação de cases e projetos realizados.

O que importa é ter conteúdo novo e com frequência, tendo relevância para seu público. Mas lembre-se, nunca copie conteúdo de outros sites, se não o tiro sai pela culatra.

O Google penaliza sites com conteúdos duplicados e se você simplesmente copiar e colocar o link para a fonte estará fortalecendo ainda mais o site de destino e não o seu.

Outra coisa muito importante e fácil de usar, se você utiliza WordPress. Instale o plugin YOAST e só publique um novo conteúdo quando o indicador ficar verde.

#4 Link building

Critério que foi divisor de águas no surgimento do Google e fez se diferenciarem de qualquer coisa que existia antes dele à época. Um site que possui diversos outros sites linkando para ele é relevante.

Um dos maiores exemplos disso hoje em dia é o Wikipédia, tende imaginar quantos bilhões de links existem na web para artigos da enciclopédia colaborativa?

Não à toa o wikipedia.org é um dos sites com maior relevância para a maioria dos termos no Google.

Evitando citações falsas e forçadas, comece com as empresas que são parceiras da sua. Faça uma troca de links, em formato de guest post por exemplo.

Se você tiver materiais relevantes como e-books, ferramentas interessantes para seu segmento de atuação, modelos de planilhas e coisas do tipo, certamente pessoas vão se interessar e podem publicar links para seu site.

#5 DICA EXTRA!

Ficou perdido e não sabe nem por onde começar? Procure um especialista e fuja de fórmulas mágicas. Não existe mágica de SEO, existe bastante trabalho, consistência e coisas que fazem sentido para o usuário final.

Conheça também as técnicas de Inbound Marketing e veja os benefícios que essa metodologia traz para pequenas e médias empresas.

Fred Carbonare

Co-fundador da Olivas Digital e responsável por Vendas, Gestão e Marketing Digital. Atua com produtos digitais há 20 anos e é especialista em planejamento, métricas e integrações entre ferramentas

Publicado em 17/02/2017