Compartilhe

11 dicas para lidar com a inadimplência nos negócios com pagamento recorrente

Empresas que vendem produtos ou serviços por meio de assinatura, utilizando o modelo de pagamento recorrente, precisam se proteger de um problema que pode arruinar a saúde financeira dos negócios: a inadimplência.

Se você trabalha com esse modelo de pagamento, entende os benefícios que os planos e assinaturas geram. Contudo, com o país enfrentando problemas econômicos, é importante ficar atento para não ver o número de clientes inadimplentes aumentar.

Veja abaixo algumas dicas para lidar com a situação.

1 – Identifique os motivos da inadimplência

Antes de mais nada, você precisa entender o motivo pelo qual um cliente deixou de pagar uma mensalidade. As razões podem ser externas ou até mesmo por falhas de processos internos. Entre os motivos mais comuns estão:

1. Esquecimento da fatura

2. Dificuldade financeira

3. Não recebimento do boleto

Agora, vamos ver algumas formas de diminuir a ocorrência dos problemas relacionados às falhas de processos e dar algumas dicas de como lidar com questões externas.

2- Escolha bem o meio de pagamento

O meio de pagamento utilizado no negócio deve seguir uma estratégia de vendas bem definida. A quantidade de gateways de pagamento disponíveis no mercado permite escolher opções mais acessíveis para os clientes. Se você não sabe como escolher um gateway de pagamento, leia nosso artigo e veja como.

Em meio à crises, cobranças via cartão de crédito têm menos risco de cancelamento e inadimplência. Já aquelas que utilizam o boleto bancário têm mais possibilidade de serem preteridas pelos clientes.

Além disso, a automação da cobrança por cartão de crédito ou débito automático é um ponto positivo. A comodidade gerada por essas formas de pagamento contam a favor das empresas, diferente dos boletos que precisam ser lembrados.

3 – Garanta uma comunicação eficiente com o cliente

Se o seu cliente opta pela cobrança via boleto bancário, é fundamental que a comunicação entre vocês seja impecável. Para isso, crie uma rotina de comunicação com envio dos boletos, lembretes de pagamento e alerta de atraso.

Use os meios digitais para criar uma estrutura mais sólida de comunicação com seu cliente. Permita que ele receba tudo por e-mail, SMS e até WhatsApp. Quanto mais formas de notificá-lo, menor a chance de ser esquecido.

4 – Identifique cobranças não recebidas

Complementando o ponto anterior, de nada adianta enviar dezenas de mensagens de cobrança se elas não forem recebidas, certo?

Para garantir que está entregando as informações, adote ferramentas que façam o relacionamento com o cliente. Por isso é importante que sua plataforma de pagamento faça integração com esse tipo de ferramenta ou possua o recurso de forma nativa.

O OD Vendas, por exemplo, é uma plataforma de pagamento que faz a gestão dos assinantes e possui integração com o RD Station. Ele permite criar ações de relacionamento com o cliente, enviar mensagens por e-mail e identificar se foram entregues e abertos. Tudo isso num fluxo automatizado para otimizar os processos de cobrança, melhorar a experiência do cliente e aumentar as vendas. Além de claro, diminuir a inadimplência.

5 – Mantenha uma régua de relacionamento com os inadimplentes

Se você não puder evitar a inadimplência, é hora de correr atrás do prejuízo. Utilizando os aprendizados do ponto anterior, crie uma régua de relacionamento para se comunicar com os clientes devedores. Mostre a ele os benefícios de estar com os pagamentos em dia e lembre-o dos prejuízos do atraso no pagamento, como:

1. Multas

2. Juros

3. Suspensão do serviço

4. Inclusão no cadastro de proteção ao crédito

6 – Gere novos boletos atualizados

Como parte da estratégia de manter uma régua de relacionamento com os inadimplentes, é importante gerar boletos atualizados da dívida. Disponibilize boletos com nova data de vencimento e valores corrigidos com multa e juros. Dê a opção para que seu cliente volte a pagar em dia.

Algumas ferramentas, como o OD Vendas, permitem que o cliente tenha acesso a uma área restrita do site (Central do Assinante) onde ele mesmo pode atualizar seus dados de cobrança e visualizar boletos atualizados para quitação das parcelas pendentes.

7 – Ofereça benefícios adicionais para adimplentes

Como forma de bonificar os pagamentos em dia, você pode criar campanhas de conscientização focadas em benefícios, como exclusividade de produtos, liberação de recursos adicionais para clientes que atinjam certo nível de regularidade da assinatura, descontos na mensalidade ou anuidade e muitas outras estratégias, a depender do segmento em que sua empresa atua.

8 – Suspenda o serviço

Caso as notificações anteriores não surtam efeito, você precisará tomar medidas mais duras. A primeira delas é a suspensão do fornecimento do serviço ou produto. Até que as parcelas estejam em dia, infelizmente seu cliente deverá ficar sem o serviço.

9 – Notifique Juridicamente

Seguindo com as medidas mais duras, passados todos os pontos citados até aqui, é preciso entrar na esfera jurídica. Para isso, envie Notificação Extrajudicial com os valores atualizados da dívida. Dê um prazo curto, de no máximo 7 dias para o cliente quitar o débito.

10 – Inclua o cliente no cadastro de proteção ao crédito

Se ainda assim você não conseguir que a dívida seja quitada, não resta outra escolha a não ser incluir o cliente no cadastro de proteção ao crédito (SPC e Serasa). Ao receber esse tipo de notificação o cliente pode se sentir ameaçado e então quitar a dívida.

11 – Negocie e dívida

Por fim, após esgotadas todas as formas de notificação, busque um acordo para o pagamento das mensalidades atrasadas. Você pode oferecer descontos da dívida e parcelamento do pagamento para que o cliente tenha a possibilidade de arcar com os custos.

Em um momento de crise econômica, os casos de inadimplência podem aumentar. Por isso, você precisa acompanhar de perto os processos internos e entender a realidade do negócio.

Contar com uma boa plataforma de pagamentos recorrentes e gestão de assinantes é muito importante. Veja o vídeo abaixo e conheça o OD Vendas. Se surgir alguma dúvida, entre em contato e vamos bater um papo.