Compartilhe

Chatbot ou WhatsApp: qual é o ideal para o site da minha empresa?

Uma das maiores vantagens de trabalhar no mercado digital é possuir uma estrutura de vendas que funciona 24h/7.

Para isso, é preciso implementar ferramentas de autoatendimento que permitem que sua empresa receba as requisições dos clientes mesmo fora do horário comercial.

Hoje, existem sistemas baseados em Inteligência Artificial que fazem o atendimento nos sites e ajudam nos processos internos das empresas.

Nesse artigo vamos falar sobre duas possibilidades:

  • Chatbot
  • WhatsApp

Nós listamos as diferenças e as vantagens entre eles. Então boa leitura!

Chatbot

Os chatbots são modelos conversacionais muito úteis para atendimento ao cliente ou até consultas automatizadas a informações de sistemas.

Baseados em inteligência artificial, eles podem processar um grande volume de informações com rapidez. Algo que um humano não poderia dar conta.

Graças a isso, é possível gerenciar as ligações telefônicas e personalizar os atendimentos, melhorando a experiência do cliente.

Contudo, para implementá-lo, a empresa precisa levar em consideração o perfil do público-alvo que quer atingir. Assim, será possível definir a linguagem e a abordagem que o robô terá, tornando-o mais eficiente.

Utilizando esse tipo de assistente, a sua empresa consegue manter um atendimento em tempo real, tornando a relação com o cliente mais fluída. Isso também aumenta o nível de satisfação, pois proporciona uma melhor experiência para os usuários.

Ele requer um investimento inicial em plataformas e também na construção dos scripts, fluxos de atendimento e testes até chegar em um modelo ideal. Mas muito vantajoso para quem tem um alto volume de atendimentos.

As principais vantagens de usar o chatbot

As principais vantagens de usar o chatbot em seu site são:

  • Automatização de processos manuais
  • Otimização da equipe de atendimento
  • Retenção de clientes

WhatsApp Business

O WhatsApp é uma ferramenta que proporciona uma ótima experiência para os usuários. Já é bastante frequente pessoas que mesmo em um ambiente B2B preferem realizar o contato por esta ferramenta, em substituição ao e-mail ou o telefone.

Oferecer a possibilidade de a pessoa entrar em contato com sua empresa por meio de um botão no seu site é uma maneira muito prática de incentivar este tipo de contato e aumentar as conversões.

O resultado pode ser ainda melhor se você disponibilizar um formulário de captura de lead. Deste modo, você já terá algumas informações do cliente em seu CRM antes mesmo do contato. E poderá também revisitar as informações futuramente para uma nova oferta e estabelecer um canal de relacionamento, além de realizar a gestão do consentimento de comunicação em linha com a LGPD.

As principais vantagens de usar o WhatsApp

As principais vantagens de usar o WhatsApp são:

  • Baixo esforço e custos de implementação
  • Facilidade de comunicação com clientes
  • Aumento na geração de leads

Aqui, na Olivas Digital, ao implementar o botão de WhatsApp utilizando a plataforma RD Station, tivemos um aumento de 35% na geração de leads qualificados.

Chatbot ou WhatsApp?

Escolher uma das ferramentas é uma questão estratégica. Nas duas opções encontramos benefícios atraentes que certamente ajudarão a sua empresa.

Portanto, você deverá optar por fazer o atendimento diretamente do chat no site (Chatbot) ou transbordar o atendimento para um aplicativo terceiro com o qual os clientes já têm afinidade (WhatsApp).

Vale lembrar que, especialmente para empresas com relacionamento direto com consumidores finais, há a possibilidade de unir as duas soluções. Implementando canais de atendimento inteligentes ao WhatsApp.

Ferramentas como Zenvia estão entre as opções que permitem um misto. Integrando o WhatsApp à soluções de atendimento inteligente e humano.

De toda forma, se você não souber como fazer a implementação destes recursos em seu site, não se preocupe. Entre em contato conosco que podemos te ajudar!

Henrique Neto

Jornalista e redator especialista em copywriting e Marketing Digital na Olivas Digital

Publicado em 14/10/2020